Domingo, família e Parmegiana no Rodeio

Rodeio não é só comida. É se servir de memórias: da história de quem faz, de quem serve, de quem come

Publicado por em 01/05/2012

Céu azul, tempo fresco, acordar tarde… Qual a receita para o domingo começar feliz? Esses dias descobri que Filé à Parmegiana pode fazer milagres com o seu (mau) humor.

Rodando pela cidade, eu e a família estávamos no stress de sempre na procura de um lugar bem dominguístico para almoçar. Palmas para o meu pai, que teve a ideia luminosa de irmos ao Rodeio!

Para mim, Rodeio não é só comida. É nostalgia pé-vermelha. É curtir o Centro vazio, parar na banca de jornal, passear pelo calçadão. É se servir de memórias: da história de quem faz, de quem serve, de quem come.

1

O lugar, as paredes, as mesinhas, as letras do cardápio – lá, tudo é tradição. Desde a fachada, os pratos, até os garçons. Isso mesmo. Um deles, o seu Nelson, tem 72 anos de idade e 43 de casa.

foto 1foto 5

As entradinhas:

Untitled-3E como domingo, familia, rodeio, seu Nelson – tudo estava tradicional, pedimos Filé à Parmegiana para não fugir do script. Pedimos duas porções (R$53,20 cada) para comer em quatro pessoas.

foto 2(1)foto 1(2)

Para acompanhar, bebemos a sugestão da casa, o vinho Santa Helena.

foto 3(2)

Outro prato típico que pedimos foi o Filé Suíço (R$50,50 p/ 2):

foto 4(1) foto 3(1) foto 2(2)

Barriga cheia, soneca da tarde e alma feliz – precisa de mais?

A conta deu em média R$40 por pessoa.

Restaurante Rodeio

Quanto?

  • EM MÉDIA R$30
  • EM MÉDIA R$50

O que?

  • ALMOÇO
  • JANTAR

Adicionais

  • ACEITA CARTÕES

Rua Professor João Cândido, 333.

Todos os dias, das 11h às 00h.

16 Comentários para “Domingo, família e Parmegiana no Rodeio”

  1. O filé no rodeio é sensacional, a carne é tão macia que o garçom corta o mignon com a colher pra servir o cliente. Atendimento de primeira com comida de primeira. Parabéns pelo blog, ótima idéia pra quem gosta de fazer uma boquinha em londrina e tá sempre procurando lugares bons e variados. Parabéns!!!

    Responder
  2. Com certeza o melhor parmeggiana da cidade! Sem contar que posso lembrar de ir quando criança aí!
    Vale a pena passar pela tarde e notar mais um dado histórico da redondeza: Dois amigos de uns 70 e poucos anos se encontram todas as tardes nas escadas do restaurante pra bater um papo. O legal disso tudo? É que fazem isso desde a adolescência! Há!
    Dicona: Baixa gastronomia tem que passar pelo Oliveira's e fazer o serviço completo: Rabada, T-bone e frangalho! yummy!
    parabéns pelo blog, nao sei quem está fazendo, mas tá mto legal!

    Responder
    • Que legaaal, Carol! Não sabia desse dado histórico! Acho que vale um novo post só com a história dos dois amigos 😀
      Vou pesquisar sobre o Oliveira's, esse não conheço! Valeu pelas dicas, pelo comentário e volta sempre que a gente tá produzindo bastante material pra colocar aqui! Beijão!
      Tatiana

      Responder
  3. Natália Rezende Mudenuti

    Esse restaurante é maravilhoso, e super tradicional na cidade, vou lá desde que eu nasci, e ainda hoje, encontro coisas no cardápio que ainda nao experimentei! Tudo muito gostoso!!

    Responder
  4. Na minha opinião, esse "já foi" o melhor parmegiana da cidade… e no filé suíço, o molho estava com gosto de queimado, infelizmente…
    faltou vc relatar que quando saímos de lá, levamos um pouquinho da casa com a gente, pq saímos totalmente engordurados, rs… reza a lenda que demora uma semana para o cheiro de gordura sair por completo…
    hj, para mim, em Londrina, não há parmegiana melhor que o do H2… principalmente o carioca… esse sim merece nota 10.
    E parabéns pelo blog, adorei!

    Responder
      • Não gostei do parmegiana do Rodeio, achei o molho aguado… gosto mais de molhos encorpados, também prefiro o do H2 ao do Rodeio, mas o parmegiana que mora no meu coração e que considero o melhor de Londrina é o do Vilão, caso vc ainda não tenha provado, vale a pena!

        Responder
  5. Tradição da tradição. Na minha opinião não só o melhor parmegiana mas também o filé. Todos os pratos mantém o mesmo padrão há décadas. Comer no Rodeio é saudosismo puro.
    Dos filés as massas, passando pelos risotos e o delicioso purê de batata até a entradinha deixa a sua marca.
    Preço honesto e pratos bem servidos. Ir comer um filé sabadão no final da noite é coisa linda!

    Responder
  6. Comer no Rodeio é tradição. Quem é de Londrina precisa passar por lá de vez em quando. Quem não é, também 😉

    Responder
  7. Frederico Soares

    O File Parmegiana é muito bom mesmo. Mas quem ainda não experimentou o Filé na Manteiga não sabe o que está perdendo! É MARAVILHOSO!!!

    Responder
    • baixagastronomialdna@gmail.com

      Hmmmmmmmmmmmmmm esse nunca provei, Frederico! Vai entra pra lista de quitutes a provar 🙂 obrigada pela dica!

      Responder
  8. tb acrescentaria ao cardapio o Steak à Siberiana, é feito com molho branco e aspargos.
    e o parmegiana é meio de lua, tem dia que vem maravilhoso e tem dia q só está ok.

    Responder

Responder